Consorciação de Culturas é uma técnica agrícola de conservação que visa um melhor aproveitamento a longo prazo do solo. As espécies escolhidas proporcionam entre si vantagens recíprocas, quando o seu crescimento se efetua simultaneamente na mesma área agrícola.

 

Objectivos

  • Utilizar da melhor forma a capacidade de produção dos solos, mantendo e melhorando suas propriedades físicas, químicas e biológicas;
  • Diminuir a incidência de doenças, pragas e ervas daninhas
  • Reduzir perdas de solo por erosão


Vantagens

  • Melhor aproveitamento do solo – na mesma área de superfície do solo, podemos obter produções de diferentes alimentos em simultâneo, sem prejuízo nas produções das diferentes culturas
  • Melhor eficiência dos nutrientes fornecidos ao solo – utilização de culturas com diferentes necessidades em nutrientes
  • Protecção contra adversidades do clima – protecção contra a exposição solar, aumento de humidade junto ao solo e protecção contra geadas e ventos frios
  • Favorece o combate a pragas – utilizar plantas na consociação que libertem moléculas bioquímicas com propriedades germicidas e repelentes para pragas
  • Reduz a acção das infestantes – presença de compostos bioquímicos libertados nos exsudados ao nível da raiz e das folhas de algumas plantas com propriedades anti-germinativas nas sementes das infestante.

 

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *