O custo da energia solar está a cair rapidamente, e atingiu um novo recorde com um novo projeto da empresa italiana ENEL Green Power para o mercado mexicano, que conseguiu ganhar um concurso público fornecendo energia em duas áreas com um custo prometido de 1,77 cêntimos/kWh (0,015 €/kWh). 
Esta é a segunda vez que um projeto de painéis solares conseguiu um custo de produção de energia abaixo dos dois cêntimos, e deixa antecipar a possibilidade de reduzir este valor para um cêntimo por quilowatt-hora em 2019.
Este valor bate o recorde anterior de 1,79 cêntimos (0,01517 €/kWh), estabelecido alguns meses por um projeto na Arábia Saudita. Nessa altura, analistas do mercado de energia tinham previsto que o projeto estava a vender a energia produzida na origem a um preço inferior ao verdadeiro custo. No entanto, a evolução dos últimos anos do preço da energia solar é para continuar a baixar.
Em 2013, o custo de produção de eletricidade a partir de células fotovoltaicas era superior a 8 cêntimos por kWh. Em 2015, a Arábia Saudita conseguiu quebrar a barreira dos 5 cêntimos, e no ano seguinte o Dubai e o Chile tinham conseguido um valor inferior a três cêntimos.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *