Porquê incluir algas marinhas na nossa alimentação diária? Porque está mais que na hora de procurar proteína alternativa à carne. Assim o diz a Associação Portuguesa de Nutrição (APN) e os números não metem. Em Portugal regista-se um consumo cada vez maior deste tipo de alimento.

Aliás, hoje, a União Europeia ocupa o segundo lugar a nível de importação de produtos de algas marinhas. Há frente da UE, ficam apenas os países asiáticos. Ainda assim, o alimento é visto por muitos com desconhecimento, algo que a APN quer mudar com o E-Book que acaba de lançar.‘Algas a gosto: Considerações nutricionais e de saúde’ é o título da publicação onde qualquer português terá à distância do dedo toda a informação que facilite a inserção de algas na sua rotina alimentar.

E porque são cada vez mais a renderem-se aos seus benefícios, vale a pena conhecer o porquê. Percorra as imagens da fotogaleria que acima lhe apresentamos e considere esta ‘nova’ proteína.