Manjericão 2

Muitos povos antigos associavam-no ao amor e ao romance. Descubra o que é que esta erva aromática pode fazer pelo seu fígado, pelas suas insónias e pelas dores menstruais femininas.

Fonte de betacaroteno, um dos melhores aliados do seu bronzeado, esta planta diurética estimula o fígado e ajuda a combater insónias e dores menstruais. O manjericão grande ou manjericão doce (Ocymum basilicum) é uma planta herbácea anual da família das mentas que também são lamiáceas (labiadas) e existem cerca de 150 variedades. Uma delas é o nosso manjerico dos santos populares.

Todas elas com propriedades muito semelhantes. Esta variedade é conhecida entre nós por alfádega, basílico, alfavaca, erva-real ou manjericão de folha grande. Chega a atingir 45 centímetros de altura e 30 de amplitude. O mangericão é originário do Médio Oriente,  da Índia e da região mediterrânica, mas é hoje plantado um pouco por todo o mundo. Apareceu na Europa no séc. XVI. Na Índia, é uma planta sagrada e é muito plantado nos templos onde é conhecido pelo nome de tulsi (Ocymum demiflorum).

Esta era também uma planta simbólica para os antigos gregos e romanos que acreditavam que esta continha poderes de reconciliação. No norte da Europa e no Haiti está associada ao amor. Não há hoje aldeia grega onde não paire nos ares o doce perfume do basílico (Ocymum minimum), também conhecido por greek basil e que corresponde ao nosso manjerico dos santos populares.

Este não serve só para enfeitar mas também para cozinhar e afastar as moscas das sardinhas. Os gregos utilizam-na também para esse fim, plantando-a na entrada das casas como sinal de boas-vindas mas também para manter afastadas as moscas.

Os componentes que integra

O seu aroma e sabor vêm-lhe do óleo assencial anetol que também é um dos constituintes principais do anis. O componente estragol, também existente no estragão, o eucaliptol e o eugenol também fazem parte do cravinho e o linalol que também existe na alfazema. Daí o forte aroma quase inibriante do manjericão. É uma boa fonte de betacaroteno, que é a vitamina A existente nos vegetais e frutos amarelos. Tem ainda cálcio e vitamina C.

Na saúde

É um tónico geral do organismo e um desinfectante digestivo. Aperitivo, estimula o fígado, é diurético e refrescante. É ainda utilizado para aliviar inflamações dos brônquios, gases intestinais, vertigens, insónias nervosas, espasmos gástricos, depressão e perdas de memória.

Estudos feitos sobre esta planta indicam que é um estabilizador dos níveis de glicémia, podendo ser utilizado para controlar a diabetes. Quando aplicada na pele, pode, contudo, causar alergias nas tez mais sensíveis. De acordo com a America Cancer Society, uma dieta rica em vitamina A pode diminuir o risco de alguns tipos de cancro.

Fonte: Sapo

 

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *